Morte em corrida clandestina é atribuída a Deus

Infelizmente, depois do último post noticiando uma tragédia ocorrida em nome da religião, tenho que utilizar o espaço desse blog para divulgar mais uma notícia triste. Espero que isso não se torne rotina.

Essa semana, na cidade de Carpina, Pernambuco, um acidente ocorrido em uma competição de Kart não autorizada pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) levou um dos competidores à morte. Fernando Lopes, de 32 anos, chocou-se contra um poste em alta velocidade, quebrando a clavícula, fraturando o crânio e sofrendo duas paradas cardíacas. O piloto chegou a ser socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O vídeo abaixo mostra o exato momento do acidente. Aviso que ele contém cenas que podem ser fortes para pessoas mais sensíveis, não assista se você acha que pode se impressionar com cenas chocantes.

De acordo com a Federação Pernambucana de Automobilismo (FPA), o evento era clandestino. O Código de Trânsito Brasileiro exige em seu artigo 67 que eventos em vias públicas tenham sanção da federação estadual ou da CBA para a sua realização, o que não foi cumprido nesse caso.

Waldner Bernardo, presidente da FPA, disse que é necessário aguardar o término das investigações feitas pela Polícia Civil para entrar com processo contra a prefeitura de Carpina e os organizadores da prova:

– A Polícia Civil dá um prazo máximo de 60 dias para a conclusão das investigações. Assim que este processo terminar, tomaremos as medidas cabíveis contra a prefeitura de Carpina e as pessoas que organizaram este evento clandestino.

No entanto, o mais surpreendente nessa tragédia, foi a justificativa dada pelos organizadores do evento para o ocorrido: foi a vontade de Deus.

Nesta segunda-feira, através do Facebook, a organização do evento dedicou os sentimentos aos familiares de Fernando Lopes:

face kart

Sei que fizemos o máximo para a realização deste grande evento, mas Deus marcou um encontro com nosso piloto. Só nos resta lembrar que Ele é soberano e faz como quer… O que aconteceu no domingo já estava nas escrituras sagradas […] Não cai uma folha sem a permissão de Deus.

Sim, claro. Depois que uma tragédia ocorre em um evento organizado por você  é muito fácil colocar a culpa em Deus, e seguir em frente.

Diego Mendoça, um dos organizadores do evento. Via: TVCARPINAESPORTES

Diego Mendonça, um dos organizadores do evento.
Via: TVCARPINAESPORTES

Ainda não se pode afirmar que a culpa tenha sido exclusivamente dos organizadores do evento, ou que eles de alguma forma tenham contribuído para a tragédia. As investigações  conduzidas pela Polícia Civil irão determinar qual foi a verdadeira causa do ocorrido.

Porém, os responsáveis pela corrida já se encontram em uma situação de suspeição por não a terem organizado nos moldes da lei. E dizer que uma morte aconteceu pura e simplesmente “porque Deus quis” é usar a religião para fugir da sua responsabilidade como gestor de um evento arriscado como esse. Eu realmente espero que eles não estejam esperando que essa desculpa os isente da culpa pelo ocorrido.

Imagine se a moda pega. Os gerentes da boate Kiss poderiam dizer que os 242 mortos em seu estabelecimento só vieram a falecer porque Deus permitiu. Ou os governantes dos municípios da região serrana do Rio poderiam afirmar que as mortes causadas pelos deslizamentos ocorridos no local foram responsabilidade divina, afinal, ocorreram em virtude de uma obra da natureza. Aliás, qualquer assassinato poderia ser justificado, bastaria dizer que, se a pessoa morreu esfaqueada, baleada ou envenenada pelo assassino, foi porque Deus permitiu que morresse.

Você pode acreditar no que você quiser. Mas não imagine que as outra pessoas o irão isentar da responsabilidade de suas ações (ou falta delas) por conta de sua crença.

Pelo menos, curiosamente, dessa vez não decidiram colocar a culpa de algo errado no diabo. Costuma ser mais convincente.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s